Afinal a ingestão de glúten influencia a perda de peso?

gluten-perda-de-peso-dieta-lev

O glúten, nos últimos anos, tem sido alvo de alguma polémica. Mas afinal, engorda, emagrece, ou em nada influencia o peso e gordura corporal?

 O glúten é um conjunto de proteínas que se encontram em cereais. O trigo, centeio, cevada e até a aveia (a não ser que seja garantida a sua ausência) são exemplos. O glúten é o responsável por “ligar” as massas-farinhas, oferecendo elasticidade às mesmas. Na prática, estando presente nestes cereais, está em muitas das coisas que comemos no dia a dia. Como é o caso do pão, tostas, bolachas, massas, cereais de pequeno-almoço, produtos de pastelaria doces ou salgados, pizzas e muitos outros produtos industrializados.

O glúten presente nos diferentes cereais possui certos componentes alergénicos, como a gliadina encontrada no trigo, que estão relacionados com a doença celíaca.

Conforme descrito pela Associação Portuguesa de Celíacos, a doença celíaca é autoimune, definida por uma intolerância permanente ao glúten à qual causa uma reação imunológica contra o próprio intestino. Gera-se então, um processo inflamatório intestinal crónico, podendo levar à atrofia e lesão das paredes do intestino delgado. Esta inflamação pode prejudicar a absorção de nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo, comprometendo a saúde.
Nos últimos anos surgiu uma nova classificação, com três condições induzidas pelo glúten – doença celíaca, alergia ao trigo e sensibilidade ao glúten não celíaca.

gluten-alimentos-dieta-lev

A sensibilidade ao glúten não celíaca é uma forma de intolerância ao glúten. Especificamente, acontece quando a doença celíaca e a alergia ao trigo foram excluídas (sem resposta imunológica) e ainda se verificam alguns sintomas. Esses podem ser: desconforto e distensão abdominal, dor ou alterações do trânsito intestinal.  As dores de cabeça, depressão, fadiga, dores músculo esqueléticas e até erupções cutâneas são também potenciais sintomas. Seja que condição for requer sempre um diagnóstico médico.

Afinal o glúten engorda ou emagrece?

PRÓS:

Os estudos efetuados indicam que, quando o glúten é retirado da dieta, a carga glicémica da alimentação reduz-se. Ou seja, a quantidade de hidratos de carbono vê-se reduzida. Isso provoca a redução da libertação de insulina, que é uma hormona com papel na acumulação de gordura corporal e assim, no peso.

Muitos associam a dieta sem glúten ao emagrecimento. Acreditam que este é causado apenas pela eliminação dos alimentos que contêm este componente. Esses alimentos são ricos em hidratos de carbono. É claro que o consumo excessivo de alimentos ricos em hidratos de carbono pode engordar, mas por outros motivos não relacionados com o glúten.

A relação entre o consumo de hidratos de carbono e o peso é uma questão. A relação entre o glúten e o peso é outra e estará associada ao poder inflamatório da proteína.

gluten-efeitos-corpo-dieta-lev

Ao realizar uma dieta sem glúten com o intuito de perder peso pode verificar a consequente redução da porção de alimentos fornecedores de hidratos de carbono. Isso poderá contribuir para a redução de peso e gordura corporal. É viável realizar esta dieta, mas é fundamental estar atento às trocas corretas e fazê-lo com o acompanhamento de um profissional adequado.

Independentemente de conter ou não glúten, deve conhecer quais os ingredientes e em que quantidades, estão no produto. O facto de não conter glúten não significa ausência de hidratos de carbono, açúcares de absorção rápida e gorduras. Procure sim, consumir legumes e alguma fruta (caso se encontre na fase 3 da dieta Lev), para fazer a substituição correta dos hidratos.

Para algumas pessoas, para além do emagrecimento, a eliminação do glúten da dieta pode ser interessante também para melhorar o estado de saúde, como no caso da sensibilidade não celíaca.

CONTRAS:

 Nada disto significa que o glúten seja um veneno e que tenha de ser retirado para sempre da dieta. Cada caso é um caso. Até ao momento não existe evidencia de que a exclusão da proteína esteja relacionada com a perda de peso.
Adotar uma dieta sem glúten obriga a uma mudança complexa na alimentação do dia a dia e sem um acompanhamento pode gerar carências nutricionais prejudicando a capacidade de raciocínio e o humor, entre outras consequências.
Pode também gerar consumos de açúcares e gorduras em quantidade inadequadas por escolhas não informadas, impulsionadas apenas pelo selo “isento de glúten”. Toda e qualquer mudança deve ser efetuada de forma pensada e acompanhada por um profissional de saúde.

Noodles de Konjac LevA Lev tem uma gama de produtos sem glúten, que se apresentam nas mais variadas categorias. Desde pratos cozinhados, sobremesas, bolachas e bebidas… Já provou os nossos Noodles de Konjac sem glúten?

Os nutricionistas Lev podem orientá-lo/a na definição de um plano de dieta em que opte por reduzir o consumo de glúten.
Para saber mais, marque já a sua consulta gratuita numa clínica Lev perto de si.

 

Partilhar post
  , , , ,