Chocolate: Toda a verdade e alguns mitos

O cacau é um fruto com origem na América do Sul e as suas sementes produzem o delicioso chocolate. Apesar da sua descoberta e uso ser anterior aos Maias, este foi o primeiro povo a criar uma bebida fermentada a partir das sementes. Apesar de amarga, a bebida era bastante apreciada pela nobreza e muito comum em celebrações.

Já mais tarde, na época dos descobrimentos, o cacau chegou à Europa, passando ainda despercebido em Portugal. Já em Espanha, não apreciavam o sabor amargo e, posteriormente, foram adoçando o cacau tornando-o mais apetecível

Para facilitar, quando se tornou necessário o transporte de grandes porções para venda, transformaram-no em tabletes. Os  ingredientes usados na produção da bebida de cacau e a evolução do seu processo de confeção permitiu elaborar novos formatos. Destaca-se o chocolate em tablete e posteriormente, em bombons, bolachas e gelados, como hoje tão bem conhecemos.

Com mais ou menos gordura, com ou sem açúcar, mais ou menos ricos em cacau e com ou sem recheio, o chocolate é hoje em dia o principal produto produzido a partir do cacau. A industria do chocolate está disseminada pelo mundo, e movimenta milhões de euros.

Dado o interesse atual sobre as questões de saúde que assolam a comunidade em geral, são efetuados estudos para comprovar os efeitos benéficos ou prejudiciais dos vários componentes deste produto.

 chocolate-preto-energia-dieta-lev

Mitos desvendados

  1. O chocolate engorda: Não. Como praticamente todos os alimentos, deve ser comido com moderação. Se se tratar de um chocolate com mais açúcares, torna-se prejudicial para o peso, se for ingerido em excesso. Escolha o que tem maior percentagem de cacau (mínimo 70%) e que seja mais amargo. Tenha também em atenção às porções, opte por pequenos pedaços! Assim vai consumir menos calorias e menos açúcar.
  2. O chocolate é açúcar: Não. Nas versões tradicionais contêm gordura e proteínas, para além de vários outros compostos.
  3. Aumenta o colesterol e triglicerídeos: Não. Se se tratar de um chocolate com mais de 70% de cacau, com redução ou sem açúcares e consumido em pequenas porções, não terá este efeito. O açúcar e determinados tipos de gorduras adicionadas, bem como o seu consumo em excesso, podem provocar estas alterações. Já um chocolate rico em cacau como o referido inicialmente terá efeitos até benéficos no controlo destas alterações.

comer-chocolate-dieta-lev

Verdades encontradas

  1. Sacia: por conter gordura e proteínas trata-se de um produto saciante, cuja digestão é lenta. Poderá ser adicionado a outros alimentos como snack, esporadicamente.
  2. Dá sensação de relaxamento, prazer e induz o sono: de facto o chocolate contribui para o aumento da produção de serotonina e endorfinas. Estas são responsáveis pela indução de calma e do sono.
  3. Melhora o humor: contém na sua composição uma substância (a feniletilamina) também produzida pelo nosso organismo quando as pessoas estão felizes ou apaixonadas.
  4. É um alimento anti envelhecimento: tem propriedades antioxidantes pelos seus compostos flavonoides e fenólicos. Estes agem sobre as substâncias prejudiciais que causam danos celulares, impedindo ou minimizando a sua ação. Estes compostos existem também em chás, frutas, vegetais e no vinho tinto. Devido a estas mesmas substâncias a qualidade do funcionamento das artérias e do sangue é também melhorada, reduzindo doenças cardiovasculares. Importa destacar que estas propriedades e consequências benéficas para a saúde surgem pelo consumo moderado de chocolate. Opte pelo chocolate realmente ricos em cacau, com menos açúcar e em pequenas porções!

Em qualquer idade ninguém fica indiferente a um pedaço de chocolate!

  1. Efeito diurético e vasodilatador (broncodilatador): por conter substâncias alcaloides como a teobromina e teofilina (da mesma família da cafeína), o cacau está indicado (em pequenas quantidades) por vezes em situações de hipertensão, asma e até na aterosclerose. Como se trata de uma substância estimulante, em maiores quantidades pode gerar por vezes alterações gastrointestinais. (já no caso dos animais domésticos, a teobromina tem um efeito tóxico! Por isso é totalmente desaconselhado que lhes ofereça chocolate!).
  2. Reduz as cãibras: por ser rico em magnésio pode ser uma fonte alimentar em especial para os praticantes de atividade física, após o exercício, ou para quem sofra desse problema, como por vezes acontece na 3ª idade com mais frequência.
  3. Melhora o desempenho cognitivo: os flavonoides que compõem o cacau são responsáveis pela melhoria da capacidade cognitiva. Deste facto resulta um melhor desempenho escolar, universitário, no trabalho intelectual e mesmo na 3ª idade quando tendencialmente estas funções decaem.

pequenas-porcoes-chocolate-dieta-lev

Concluímos que o chocolate pode ser um alimento benéfico para uma dieta saudável! No entanto, é necessário ter em atenção o tipo de chocolate que é ingerido e claro, a quantidade.

A Lev oferece-lhe uma gama de chocolates que são combinação perfeita para quem quer manter uma dieta saudável e não perder os pequenos prazeres da vida! Aqui estão 3 sugestões (de muitas!) que pode encontrar nas clínicas Lev e loja on-line:

chocolates-dieta-lev

Choco Crunch: é um chocolate baixo em calorias, com um grande aporte proteico. É ideal para as pausas em que precisa de repor energias e enfrentar o longo dia de trabalho que tem pela frente sem ter repercussões na sua linha.

Snack de Chocolate Crocante: delicioso e crocante, este snack tem todas as características de um snack dietético para poder saciar a vontade de um doce repentino, sem ter de se preocupar com a dieta.

Chocolev Branco Crunch: 8 quadradinhos de chocolate, absolutamente saborosos, sem glúten e com apenas 177 kcal. Para além de todo o sabor tradicional de um chocolate branco, é rico em proteínas que lhe proporcionam uma sensação acolhedora de saciedade.

Agora que já sabe tudo o que precisa sobre o chocolate e pode inseri-lo na sua alimentação! Mas não se esqueça, numa dieta equilibrada deve evitar os excessos e a palavra chave é moderação.

Compartilhe esta publicação
  , ,


2 thoughts on “Chocolate: Toda a verdade e alguns mitos

    • Olá Maria,
      Agradecemos o seu comentário.
      Para provar os nossos chocolates, basta visitar uma Clínica Lev perto de si.
      Qualquer dúvida adicional não hesite em contactar-nos.

Comentários estão fechados.